Iluminação para Vídeo – Técnica e Arte

Ainda hoje me espanto com a superficialidade e com o empirismo com que as questões técnicas da iluminação são tratadas pelos diversos fabricantes de equipamentos de iluminação. A questão da temperatura de cor, a medida de intensidade, o ângulo de iluminamento, consumo elétrico, etc que são itens decisivos, não são informados claramente. Fico a suspeitar que a omissão de tais informações técnicas deve ser intencional, pois a alternativa seria pura burrice, igualmente inaceitável no nosso setor.

No sistema medidas adotado no Brasil as grandesas físicas pertinentes à iluminação devem ser expressas da seguinte forma:

  1. A temperatura de cor deve ser expressa em Kelvin;
  2. A intensidade de luz deve ser medida em lux@1m na direção de máxima irradiação;
  3. O ângulo de iluminamento deve ser expresso em graus medido entre os limites de meia-potência (Half Power Angle) que resulta num ângulo totalmente diferente se for medido nos limites de zero lux;
  4. O consumo elétrico deve ser expresso em Watt ou e Ampere e Volt, medido na entrada AC e/ou DC conforme o tipo de alimentação da luminária;
  5. A massa deve ser expressa em grama e
  6. As dimensões em metro.

Não raro encontram-se empresas informando que suas luminárias de LED têm “saída” equivalente a uma luminária tipo Fresnel de tungstênio de 650W. Que informação é essa? Qual a sua finalidade? Uma luminária de LED normalmente usa temperatura de cor de 5600K, porem, o tungstênio é de 3200K. Como podem coisas diferentes serem equivalentes? Luminárias tipo Fresnel tem ajuste de foco (ângulo de iluminamento) em que ângulo elas são equivalentes? Usa-se gelatina de conversão para fazer a comparação? Qual a gelatina? Comprar uma luminária deveria ter uma análise técnica.

As 6 grandezas acima devem estar claramente indicadas nas especificações técnicas do produto, caso contrário, é no mínimo suspeito. A Energia com sua linha de luminárias Prolite insiste em defender a clareza de informações ao mercado. Estamos a 10 anos melhorando continuamente os nossos produtos e contribuindo para melhorar o nível de informação ao mercado.

Prolite LED Fresnel F-75K

A Energia está lançando uma série de novas luminárias para 2011, entre elas destaco o Prolite Fresnel F-75K com as seguintes características:

  1. A temperatura de cor 5600 Kelvin (3200 opcional);
  2. A intensidade de luz máxima é de 44.600 lux@1m (12 graus) e 6.200 lux@1m (80 graus) medidos na direção de máxima irradiação;
  3. O ângulo de iluminamento ajustável manualmente de 12 graus a 80 graus medido entre os limites de meia-potência (Half Power Angle);
  4. O consumo elétrico máximo 232 Watt @ 127 Vac;
  5. A massa é de 5 Kg e
  6. As dimensões são 350x250x320mm.

Fica claro que a Energia não esconde nada, não faz mágica. Faz produtos de qualidade.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s