Broadcast em 4G LTE

Broadcast em 4G LTE

Texto Original EBU Tech

Versão por Daniel Kauffmann
150720 - Broadcast em 4G LTE

Pela primeira vez no universo Europeu a Vodafone Espanha e Valença Futebol Clube realizou um teste com sucesso de transmissão de HDTV em uma rede de telefonia 4G LTE, apoiada pela Thomson Video Networks. O que permitiu a distribuição de cinco canais simultâneos de HD para os fãs do Time espanhol.

No primeiro teste ao vivo na Espanha de uma rede de transmissão LTE, os canais em HD foram disponibilizados para os dispositivos móveis dos fãs no Estádio de Mestalla durante o último jogo da Liga espanhola entre Valença e Celta de Vigo.

“Foi uma descoberta para nós e eu acho que foi a primeira vez na Europa. Um evento real com um conteúdo interessante oferecendo um novo serviço para as pessoas que estavam assistindo ao jogo de futebol”, explicou Eric Gallier, vice-presidente de marketing da Thomson video Networks. “É mais do que apenas tecnologia, e sim sobre novos serviços oferecidos aos fãs no estádio, garantindo que todos fossem capazes de acessar o conteúdo ao mesmo tempo, no qual contava com o apoio da Multimedia Broadcast Multicast Service (eMBMS).”

Com base nos padrões da eMBMS, a transmissão em LTE não sobrecarrega a rede e é projetada para distribuir uma única instância de conteúdo para vários usuários com uma utilização mais eficiente. Esta abordagem é considerada uma solução para a distribuição de vídeo de alta qualidade, sem delay para usuários móveis em locais onde o uso do dispositivo é densa, como recintos desportivos. O conteúdo de vídeo exclusivo, que teve como objetivo enriquecer a diversão e a experiência do jogo de futebol aos fãs, foi disponibilizado através de uma nova aplicação móvel usando uma infra-estrutura de rede 4G, fornecida pela Vodafone dentro do estádio.

Fãs equipados com aplicativos próprios e um telefone celular 4G habilitado foram capazes de acessar uma variedade de conteúdo, tais como: estatísticas da partida; recriação virtual 3D das jogadas; vídeos “por trás das câmeras” com oito câmeras diferentes seguindo os jogadores do Valença Futebol Clube; vídeos postados pelos fãs e acesso a outras redes sociais, permitindo o engajamento móvel em tempo real entre todos os fãs.

Como uma nova solução da eMBMS, a ViBE VS7000 da Thomson Video Networks forneceu tecnologia de codificação de vídeo para converter o conteúdo HD para formatos móveis durante a partida. Oferecendo uma solução completa de vídeo IP adaptada para a TV na web e prestação de serviços OTT. Para isso a ViBE VS7000 desenvolveu suporte para MPEG-DASH, integração com eMBMS e ricas capacidade de interface que fez dele um elemento-chave deste teste.

“O ecossistema do teste foi composto de diferentes players: Valença, como o proprietário do conteúdo esportivo; Vodafone, fornecendo infra-estrutura com antenas e rede e; a Huawei, fornecendo tecnologia para Vodafone”, disse Gallier. E acrescentou: “Estávamos envolvidos na compressão e certificando-se de que tudo estava funcionando perfeitamente com a Huawei. A eMBMS é uma tecnologia nova, mas eu acho que o próprio ecossistema está amadurecendo. Huawei estava gerenciando a transmissão global e o nosso encoder foi integrado dentro do sistema Huawei.”

Falando sobre redes 4G LTE, Gallier diz que as vantagens sobre conexões de unicast são auto-evidentes. “O uso de conexões de unicast significou que a largura de banda não seria suficiente para cumprir os requisitos para os acessos”, explicou. “A eMBMS trabalha em um modo de transmissão que economiza um monte de banda, que é crucial em uma área como um estádio onde muitas pessoas querem ver o mesmo conteúdo ao mesmo tempo. O acesso ao conteúdo criado por Valença Futebal Clube não teria sido possível em um ambiente tradicional, ou seja: uma conexão por um fã em uma célula. Com a eMBMS, você precisa de apenas uma ou duas células para cobrir o estádio. “

A Thomson Video Networks também tem sido ativa no espaço de Fórmula 1 deste ano, apoiando a cobertura exclusiva do Reino Unido pela Sky Sports na temporada 2015 da F1, que foi inaugurado em março com o Grande Prêmio da Austrália. Sky Sports está fornecendo cobertura ao vivo em todos os 20 fins de semana do Grande Prémio para a agenda inteira de sete meses em seu canal Sky Sports F1.

Em cada circuito de corrida, um único encoder ViBE CP6000 fornece vários links de contribuição de volta à instalação de controle central de Esportes Sky em Londres, onde outro ViBE CP6000 decodifica o sinal para transmissão ao ar.

“A vantagem do ViBE CP6000, neste caso, é a densidade”, disse Gallier. “Quando  a Sky atende a um tipo específico de evento, como corridas de Fórmula 1 que existe várias câmeras, de forma que há diferentes maneiras de filmar a corrida. A Sky  considera que um único 1RU, enquanto nós somos capazes de codificar oito câmeras e preservar a qualidade da imagem. Os direitos desportivos são extremamente caros, sendo assim você quer garantir uma boa qualidade de imagem para esse conteúdo premium. “

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s