Luminária de LED – Como Comprar

Parece que a questão sobre a tecnologia de iluminação a ser adotada já está superada: é LED. O problema que persiste é como escolher corretamente uma luminária de LED. Para ajudar vamos relacionar os itens mais importantes para fazer uma compra correta.

  1. Intensidade da luz;
  2. Quantidade de LEDs e
  3. Qualidade da luz.

1 – Intensidade da Luz – Lumen, Lux e Ângulo de Iluminamento

1.1 – Intensidade Luminosa – Lumen

Infelizmente já foi-se o tempo que existia apenas um tipo de lâmpada, a de tungstênio, e que bastava especificar a potência elétrica em Watt que estava tudo resolvido. Agora temos diversos tipos de lâmpadas e cada um desses tipos tem intensidade diferente em relação à potência elétrica. Assim, especificar a intensidade luminosa passou a ser indispensável e a grandeza física não é o Watt(W) e sim o Lumen (lm).

Lumen mede a intensidade luminosa da lâmpada, seja ela de que tipo for, de tungstênio, fluorescente, de vapor metálico ou de LED.  É a intensidade de luz irradiada em todas as direções, no espaço tridimensional. Mas só isso não basta para nós. necessitamos saber da luz que chega na cena, nos objetos, nos artistas e nas lentes das câmeras. Necessitamos saber não a luz em todas as direções, mas a luz na direção da cena e luz numa direção se mede em Lux (lx).

1.2 – Fluxo Luminoso – Lux

Lux mede o fluxo luminoso numa direção e, portanto, não é mais uma característica apenas da lâmpada mas sobre tudo, uma característica da luminária. Mas indicar apenas a intensidade numa única direção também não é suficiente, temos que informar o ângulo de iluminamento, HPA – ângulo de meia potência, da sigla em inglês.

 1.3 – Ângulo de Iluminamento – HPA

Luminárias muito intensas (lux alto) mas com ângulo muito estreito (HPA baixo) podem resultar ineficientes, pois irão iluminar uma pequena área da cena.

2 – Quantidade de LEDs

 Existe uma grande diversidade de LEDs: 20mW; 60mW; 500mW e os modernos LED Chip com potências que variam de 1W até 300W. Comprar uma luminária de LED especificando apenas a quantidade de LEDs pode resultar num grande erro. 

Assim, por exemplo, um painel de LED com 1000 LEDs  de 20mW cada é 5 vezes mais fraco que um painel com 200 LEDs de 500mW cada.

3 – Qualidade da Luz – CRI ou TLCI

A qualidade do vídeo produzido depende de diversos fatores: da qualidade da câmera; da qualidade do cenário mas sobretudo da qualidade da iluminação, especificamente, da fidelidade da luz utilizada. Somente uma luz que contenha todas as cores poderá produzir um video com todas as cores. Somente uma luz com todas as cores permitirá um pleno reconhecimento das cores.

O cinema colorido foi o primeiro a perceber a necessidade de medir essa fidelidade das luminárias e foi criado o CRI – Índice de Reconhecimento de Cores da sigla em inglês e mais atualmente, o TLCI – Television Lighting Consistency Index, desenvolvido pela EBU, mais adequado às câmeras digitais de televisão.

Agora dá para perceber que é totalmente insuficiente especificar uma luminária de LED informando apenas a quantidade de LEDs. É indispensável informar, também, a potência do LED, a quantidade de Lux , o ângulo de iluminamento e sobre tudo a qualidade da luz.

Uma opinião sobre “Luminária de LED – Como Comprar”

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s