Arquivo da categoria: História

Convergência no IBC:  Integração com IP e Futuro com Robôs

Convergência no IBC:  Integração com IP e Futuro com Robôs

16 de setembro 2017

IBC 2017:

 

Os executivos do IBC discutiram a continua evolução no cenário de midia, do Ultra HD a robôs semelhantes a humanos.

IBC continua a crescer, refletindo a continua evolução do cenário da mídia. O diretor executivo, Michael Crimp, disse em uma coletiva de imprensa na manhã de sábado: “A tecnologia sustenta tudo o que fazemos no IBC”.

Crimp explicou que a televisão tradicional é central para o IBC e que a mudança de tecnologia cria grandes oportunidades.

De ensaios 5G a 4K e 8K e a marcha para IP, o IBC gira em torno de um cenário de mídia dinâmica. “As tecnologias de entrega de alta resolução impulsionam a mudança e impulsionam o crescimento”, disse ele. “Há muitos vídeos em mercados adjacentes – mas eles não sabem quais são os aplicativos chaves. É por isso que eles vieram ao IBC.

 

“Estamos tentando evoluir e crescer à medida que a indústria evolui e cresce” – Michael Crimp.

170906 - Sophia

Convidado especial Dr. David Hanson da Hanson Robotics apresentou seus robos “Quase-Humanos”, o professor Einstein e Sophia, que interagem, têm movimentos faciais reativos e podem manter uma conversa.

170915 - Robot Sofia e Prof Eistein no IBC

Sophia disse ao reporter do IBC 365 que seu tópico favorito de conversa era o que outras empresas robóticas estavam fazendo.

Hanson admitiu que Sophia é infantil e ainda está aprendendo – no entanto, seu objetivo é criar robôs inteligentes para coexistir com humanos. “Hanson Robotics está aplicando inteligência artificial (AI) com tecnologia robótica para aplicações humanas”, disse Hanson.

A interface Full bandwidth ainda está em desenvolvimento, explicou Hanson. Em última análise, o ethos por trás da Hanson Robotics é transformar os robôs na vida, usando os avanços tecnológicos, para que eventualmente os robôs se conectem e trabalhem com seres humanos de maneira ética e inteligente.

“Como criamos inteligência artificial que excede a inteligência humana?” – O objetivo do Dr. David Hanson Hanson é que as pessoas “vejam tecnologias robóticas com a capacidade de se adaptarem, sejam criativas e sejam inteligentes”.

Sophia e o professor Einstein são a personificação desse conceito. Hanson disse que o impacto da evolução da AI (Inteligencia Artificial) ​​demonstra a possibilidade de aplicar a AI a um futuro onde os seres humanos e os robôs coexistem. Dr. Hanson, Sophia e Professor Einstein vão falar no Tech Talks Keynote: The Future with Robots that Are Like Us

 

O IBC está sempre olhando para o futuro

Phil White, Diretor de Tecnologia e Eventos IBC disse: “O IBC está sempre olhando para o futuro”, referenciando a Zona do Futuro e a vitrine do progresso da NHK na recepção e transmissão de 8K. O IBC Big Screen Experience possui um ambiente de visualização líder mundial com Dolby Vision, áudio imersivo, projeção laser 6P, alta faixa dinâmica (HDR) e ampla gama de cores (WCG).

 

Os Números do IBC 2017

O presidente do Comitê de Exposição do IBC, Roger Thornton, discutiu o papel vital da exposição IBC e informou que este ano, o espaço da exposição bateu recorde, chegando a 53.000 m2, um aumento de 800 m2 em relaçao à 2016. Atingiu 1700 exibidores, 264 dos quais foram novas empresas.

O registro de visitantes no IBC foi 4,7% acima do que foi em 2016, que Michael Crimp notou que tinha sido um ano recorde. O comparecimento final previsto para 2017 é de 57.191 , um aumento de 2,5% em relação a 2016 – embora o Crimp tenha dito que “pode ​​ser um pouco mais do que isso”.

Anúncios

Nielsen Está de Olho no Consumo de Noticias na Televisão: Quem vê? Onde? E quanto?

Nielsen, que é o principal instituto de pesquisa de audiência dos Estados Unidos, no seu relatório de resultados do primeiro trimestre de 2017, mostra o consumo de notícias locais; seu crescimento, sua diversidade de telespectadores e seu papel extraordinário.

Nos 5 principais mercado, o tempo gasto assistindo noticias aumentou de 39,7 bilhões de minutos para 44 bilhões de minutos, comparando o primeiro trimestre de 2016 com 2017, foi um crescimento de 11%.

Na média semanal, as notícias locais chegaram a 40% das pessoas na população demográfica 25-54. Isso é comparado a 32% para notícias nacionais e 7% para notícias por TV a Cabo. “No mesmo período, os adultos passaram 2 horas e 22 minutos assistindo notícias locais, que é mais que o dobro da quantidade de tempo gasto assistindo a transmissão de notícias nacionais”, escreve Justin La Porte, VP de Pesquisa de Audiência Local da Nielsen.

Aqui estão os principais mercados de notícias, em medidores de pessoas:

 

Em termos de quanto tempo as pessoas gastam assistindo notícias locais, ou notícias de transmissão ou cabo nos mercados da LPM, os telespectadores em Pittsburgh (#23 ) e St. Louis (#21 ) não podem receber notícias de TV suficientes. E, nenhuma surpresa para as pessoas em San Francisco / San Jose / Oakland (# 6), o tempo gasto assistindo notícias lá atrasa. E em mercados que usam set meters, Nashville (# 9) e Ft. Myers / Nápoles (# 6 ) são tops com Memphis (# 5 ) o maior consumidor  de noticias locais.

IBC 2017

IBC 2017

 

O IBC 2017 terá dois convidados extraordinários: Sophia e oProfessor EinsteinTM.

Sophia é o robô mais recente e avançado de Hanson Robotics, com expressões extremamente humanas e Inteligência Evolutiva (Evolving Capacities) que lhe permite conversar e construir relacionamentos.

 

Inteligência  Evolutiva é o conceito no qual a educação e os programas de desenvolvimento levam em conta a capacidade da criança e do jovem para exercer direitos por conta própria. O conceito de Inteligência Evolutiva é aplicado internacionalmente como uma alternativa aos conceitos populares de desenvolvimento infantil e juvenil. Esse conceito está presente na Convenção Internacional dos Direitos da Criança e do Adolescente.

 

Sophia e o Professor Einstein foram criados e desenvolvidos por Dr. David Hanson, Ph.D, fundador e diretor geral da Hanson Robotics. Juntos com o Dr Hanson, eles estarão presentes na Tech Talks Keynotes: “The Future with Robots that  Are Like Us”, no domingo, 17 de setembro, como parte do dia que discutirá a aceleração das tendências e tecnologias do futuro.

 

O Dr. David Hanson construiu uma reputação mundial para a criação dos robôs mais humanos e empáticos do mundo, dotados de expressividade notável, estética e interatividade. Ele produziu muitos personagens de robô renomados e únicos que receberam mídia maciça e aclamação pública.

O professor Einstein é o primeiro robô pessoal da Hanson Robotics. O Dr. Hanson juntou-se com Andy Rifkin, um inventor de brinquedos com mais de 40 anos de experiência, para desenvolver um robô que honraria o caráter de Albert Einstein e o estilo de ensino exclusivo de explicar tópicos complexos de forma que todos pudessem entender. O professor Einstein joga jogos educacionais, compartilha fatos científicos e responde perguntas sobre uma variedade de tópicos.

No IBC Sophia, o professor Einstein e o Dr. Hanson discutirão como a robótica e a inteligência artificial se tornam uma parte predominante da vida das pessoas, com robôs que podem aprender criatividade, empatia e compaixão. Michael Crimp, CEO da IBC, disse: “Nossa série de TechTalks Sunday oferece uma oportunidade privilegiada para vislumbrar as tecnologias do futuro” Estamos incrivelmente ansiosos para conhecer o Dr. Hanson, Sophia e o Professor Einstein no IBC para discutir o futuro da robótica e inteligência artificial, bem como as possibilidades que eles têm para melhorar a vida humana “.

TV Jornal – 100% LED

A TV Jornal foi a primeira emissora a transformar 100% de seus estúdios para LED.

A transformação foi consequencia de um estudo, de uma tomada de decisão consciente e fundamentado em viabilidade econômica.

Os fundamentos dessa decisão foram:
160715 - TV Jornal 3

1. Qualidade da luz compatível com as câmeras HD e

2. Economia de energia.

 

 

Medidas da situação existente anteriormente registraram o consumo de energia, o nível de iluminamento e a qualidade da luz utilizada.

Um projeto foi realizado, definindo os alvos a serem atingidos.
A viabilidade econômica foi demostrada pelo ganho com a economia na conta de energia elétrica.

Com a aprovação pela Diretoria da TV, o projeto que iniciou com Jair Ventura, Gerente de Engenharia, ganhava mais dois importantes aliados, Ricardo Lima da Coordenação de Infraestrutura e da Sandra Ávila da Diretoria Administrativa do SJCC (Sistema jornal do Commercio de Comunicação).

A Energia foi contratada para um projeto tipo turn-key: anteprojeto, fornecimento dos equipamentos, projeto executivo, coordenação da instalação e treinamento de pessoal.

160715 - TV Jornal 4
A instalação, adequação e ajustes, realizados pela equipe de Silvio Andrade, responsável pela Iluminação da TV Jornal, foram concluídos nesta quarta-feira, 20 de julho de 2016.

 

Os resultados superaram as expectativas.

O Projeto indicava 24 meses para retorno do investimento, mas as medidas preliminares após a inauguração, demonstram uma

160715 - TV Jornal 1

economia de consumo elétrico que anteciparão em 6 meses o retorno dos investimentos nível de

iluminamento do Estúdio C ficou em média 70% acima da situação existente anteriormente e 20% acima do projetado.

 

A qualidade da luz foi transformada de 70% de CRI para acima de a 95%. Refletindo no aumento da percepção de qualidade da imagem no “ar”.

IMG_3237

Segundo Alvaro, Coordenador de Manutenção, todos os envolvidos, produtores, apresentadores, os câmeras, etc, todos ficaram muito satisfeitos com a transformação para LED. Nos próximos dias serão de ajustes e de aprendizado desta nova tecnologia de iluminação.

Tudo medido! Antes e depois.

160808 - Spectrum-CRI-Med

O Gerente de Engenharia, Jair Ventura juntamente com Ricardo Lima, Coordenador de Infraestrutura, estão preparando um Relatório de Resultados, que apresentará todas as medidas elétricas e luminotécnicas para fundamentar de forma inequívoca o acerto da decisão da Diretoria da TV Jornal que resultou na primeira emissora de Televisão a ser totalmente LED.

Quem quiser comprovar é só visitar a TV JORNAL e conversar com seus gerentes.

Super Bowl 50

Em 7 de fevereiro deste ano ocorreu o Super Bowl 50, na Califórnia – USA. Foi o maior evento já transmitido na historia da televisão.

IMG_2697

Segundo a Nielsen Audience, a transmissão feita pela CBS Television Network foi assistido por 167 milhões de pessoas, e esse fantástico numero reflete apenas a audiência da televisão broadcast, sem incluir os serviços de televisão online e de streaming.

A transmissão por streaming, distribuída pela CBS e pela NFL, foi assistida por 3.96 milhões através de laptops, desktops, Smart TVs e por telefones celulares.

IMG_2699

Foram mais de 402 milhões de minutos no total da cobertura. Prestando atenção em mais de 101 minutos para cada espectador. Durante a janela do jogo os espectadores consumiram mais de 315 milhões de minutos de cobertura.

Durante a competição,  no total 70 câmeras  em 12 caminhões de externas foram utilizadas para capturar o evento.

Este ano a CBS implementou a transmissão, com 36 câmeras montadas  ao longo do topo do estádio, para criar uma perspectiva de 360° para as tomadas do instant-replay.

O streaming ao vivo estava disponível praticamente em todas as plataformas. No CBSSports.com para PCs e tablets, o CBS Sport App para iPad, Android e tablets com Windows 10, também para Netflix, Amazon Fire TV, Android TV, Apple TV, Chromecast, Roku, Xbox One, alem de dos celulares da Verizon. Tudo aberto e grátis!!!

“Para nós, o nosso objetivo foi expor o jogo para a maior audiência possível”, disse Jeffrey Gerttula, vice-presidente sênior da CBS Sports Digital, em uma entrevista.

A infraestrutura de rede digital montada no Levi’s Stadium foi a maior da história. Cerca de 800 Km de cabos de dados, 1.300 pontos de Wi-Fi, 1.200 pontos de Bluetooth e um link de Internet com banda de 40 Gb/s. “A performance da conectividade do Levi’s Stadium foi nada menos que inacreditável” segundo Michelle Mckenna-Doyle, o CIO-Executivo Chefe de Informática da NFL – National Football League.

IMG_2693

O Levi’s Stadium se tornou o primeiro local a transferir 10 TB numa rede Wi-Fi, transferindo 10.1 TB durante o Superbowl.

IMG_2696

Segundo a Verizon, nos celulares da área do estádio, durante o Super Bowl e durante toda a semana, videos, pesquisas na web e nas mídias sociais, utilizaram mais de 68.6 tera bytes, o que equivale a mais 45 milhões de posts. Isso somente foi possível graças a um investimento de US$70 milhões para triplicar a infraestutura de 4G já instalada na região.

Isso, é claro, se traduz em maximizar o número de globos oculares sobre os anúncios de TV exibidos durante The Super Bowl, que foram vendidos este ano pelo preço recorde de US$5 milhões por cada comercial de 30 segundos.

A transmissão aberta do Super Bowl foi mais um golpe no Cabo. Os serviços de streaming digitais como Netflix e Amazon têm investido pesadamente em conteúdo original como “Jessica Jones”, “Daredevil” e “The Man in the High Castle.” No ano passado, houve uma explosão de opções que oferecem a possibilidade de assistir a programação da HBO, Showtime e Nickelodeon, entre outros, sem uma assinatura por cabo.

O Próximo Salto

No início era o verbo.
Talvez tenha levado milhares de anos até o homem ter aprendido a falar. Era o início das Comunicações. O alcance era entre 3 metros até 30 metros.
Outros milhares de anos se passaram até a aprender a registrar a fala na escrita.
Entre os hieróglifos e o telégrafo talvez uns 4 mil anos.
Um pouco mais de 50 anos, em 1906, ocorreu a primeira transmissão sonora sem fio.
Mais uns 30 anos para ocorrer a primeira transmissão de imagens e de sons. Em 1941 a NBC fazia a transmissão do primeiro comercial, surgia a televisão.
Com as transmissões via satélites o alcance passa a ser ilimitado.
Televisão colorida, digitalização, HDTV, 4K, 8K… Qual será o próximo estágio? O próximo salto?
Ainda estamos presos aos aparelhos para nos comunicarmos. Aparelhos que captam as vibrações mecânicas dos sons e as transformam em ondas eletromagnéticas.

Todos sabemos que o nosso cérebro emite ondas eletromagnéticas, apenas ainda não aprendemos a entendê-las. O alcance dessas transmissões pode ser medido à 3m e até 30m de distância. Isso não parece familiar?
Essas transmissões são muito complexas, não são apenas o verbo ou imagens, mas sentimentos e sensações. Tem inúmeros relatos e experiências onde pessoas do outro lado do planeta sentem quando algo grave acontece.
Será esse o próximo salto nas comunicações?

50 Anos da TV Globo

Hoje a TV Globo faz 50 anos. Parabéns!

Sem esquecer das demais emissoras, TV Tupi, TV Rio, TV Record, SBT, BAND, Rede TV, e tantas outras emissoras brasileiras, que construíram essa fantástica história de sucesso da Televisão Brasileira, os 50 anos da TV Globo é motivo de orgulho para qualquer brasileiro. Parabéns!

Parabéns para todos os profissionais da televisão brasileira e em especial para aqueles que contribuíram com essa história.

Quem Descobriu o Telephone? Graham Bell ou D. Pedro II? Por Daniel Kauffmann

Quem Descobriu o Telephone? Graham Bell ou D. Pedro II?
Por Daniel Kauffmann

Em 1876 os Estados Unidos da América celebrou cem ano de sua Independência. Para homenagear o 4 de julho foi organizado um evento fantástico, fascinando até mesmo os mais modernistas do período chamado “O Século das Luzes”, marcado por invenções que mudaram o estilo de vida da sociedade ocidental. A “Exposição Internacional de Arte, Manufatura e Produtos de Solo e das Minas” realizada na Filadélfia em uma área de 1,2 milhões de metros quadrados, equivalente a 290 campos de futebol, reunia 60 mil expositores com 9 milhões de visitantes, equivalente na época a 20% da população americana. A exposição era marcada por grandes personagens e empreendedores responsáveis pelas mais diversas invenções científicas e industriais do século. Nomes com Thomas Edison, Remington e Henry Ford fizeram sua presença trazendo para história a criação do sistema telegráfico automático de mensagens e a primeira máquina de escrever motorizada que Ford usaria mais tarde como base para desenvolver o seu primeiro automóvel.

Nos últimos momentos de iniciar a feira, um novo expositor escocês vindo as presas de Boston no norte dos Estados Unidos, fazia de tudo para conseguir um lugar na grande exposição. O jovem Professor de 29 anos, Alexander Graham Bell, trazia para feira uma máquina meio desajeitada faltando peças chamada “O Novo Aparato Acionado Pela Voz Humana”. O único lugar que Graham Bell conseguiu para expor foi nos fundos da feira em um local escuro pouquíssimo visitado pelos frequentadores e juízes da exposição. O espaço dado a ele era um pequeno estande que mal cabia a sua invenção e uma pequena mesa com uma cadeira de madeira corrida. Durante o final da feira, já frustrado por não ter sido visto pelos juízes, Alexander escutou uma voz vindo do fundo dizendo:

– “Mister Graham Bell”!

Quando olhou em direção a voz viu um senhor de barbas longas e brancas com fortes olhos azuis austríacos vestindo uma capa preta, cartola e bengala típico dos homens aristocratas da época. Muito elegante e robusto, porém com uma voz que não fazia jus ao seu porte físico, vinha um esse senhor dizendo:

– “It’s me Mister Graham Bell, Pedro de Alcântara”! Nome pelo qual o Imperador Dom Pedro II gostava de usar durante suas viagens pela Europa e Estados Unidos.

O Imperador Pedro II e o Professor Alexandre Graham Bell tinham se conhecido algumas semanas antes em Boston durante a fundação da Escola de Surdos e Mudos, tema de grande interesse do imperador. Na realidade Dom Pedro II se interessava por tudo que envolvia educação e cultura. Durante o seu reinado no Brasil ele havia criado bolsas de estudos patrocinadas pela monarquia que levava estudantes brasileiros para Europa e Estados Unidos para cursar faculdade de renome internacional. Um desses estudantes foi a primeira médica Brasileira a se formar em uma universidade americana tornando-se uma celebridade no Brasil.

Dom Pedro era uma figura muito admirada tanto no Brasil quanto nos Estados Unidos e Europa. Para onde fosse era sempre convidado de honra de eventos sociais e culturais importantes, participando oficialmente ao lado do presidente americano Ulysses Grant na abertura da grande exposição para comemorar o centenário da Independência Americana. Dom Pedro, considerado uma celebridade, chamou a atenção de todos por ser o primeiro monarca a visitar a primeira república democrática do mundo.

Durante toda a exposição Pedro de Alcântara era acompanhado pelos juízes do evento que iriam avaliar todas as novidades industriais e cientistas apresentadas durante a feira. Quando D. Pedro reconheceu Alexander Graham Bell sozinho em sua pequena mesa no lado mais escuro da feira, se aproximou ao estande de Graham junto com sua comitiva de juízes, celebridades políticas e repórteres. Nesse momento, após alguns “shake hands”, Dom Pedro disse:

– “What do you have here mister Graham Bell?”.

Então o professor Alexander muito tímido perante a um grande número de juízes, repórteres empresários e outras figuras importantes da sociedade na época explicou que trazia consigo um novo dispositivo capaz de enviar som da voz habilitando o homem de se comunicar em longas distâncias. Porém o equipamento trazido com ele se tratava de um protótipo que ainda precisaria de alguns ajustes. Dom Pedro ficou curioso e pediu uma demonstração. Em seguida Graham Bell tirou do escuro de seu estande uma caixa equipada de fios de cobre e pediu para que vossa alteza levasse consigo uma espécie de concha metálica anexada ao um fio de cobre para o outro lado do saguão, em uma distancia de aproximadamente 100 metros e colocasse a tal concha junto ao ouvido. Quando Dom Pedro se posicionou no local e distancia indicados, Graham Bell pronunciou as seguintes palavras:

– “To be or not to be”. Passagem da peça Hamlet de William Shakespeare.

Do outro lado do saguão ouviu-se um grande “Meu Deus, isso fala! Eu escuto, eu escuto!”, exclamou Dom Pedro II. Mas não foi somente ele que fascinou-se pela nova invenção, os jornalistas, industriais inclusive o jurado presente quiseram saber mais sobre a tal “transmissor de voz humana” criado pelo professor escocês Alexander Graham Bell. Mais tarde foi batizado como telefone e foi considerado por muitos filósofos a invenção mais importante do “Século da Luz”, que mudou radicalmente o cotidiano do homem.

Mas não foi somente a ciência e industria afetada por esse período da nossa história. Os pensamentos filosóficos que se aprofundaram no campo da sociedade e política foram radicalmente revistos. Muitos países e impérios “navegavam” por mudanças drásticas na organização política e econômica caminhando alguns para o comunismo de Karl Marx e outros para a democracia capitalista americana. O próprio Dom Pedro II escrevei na margem de uns dos seu tantos livros lidos que achava a república e democracia boa opção para os brasileiros.

“Desejaria que a civilização do Brasil já admitisse o sistema republicano que, para mim, é o mais perfeito, como podem sê-lo as coisas humanas. Creiam que eu só desejava contribuir para um estado social em que a República pudesse ser “plantada” por mim e dar sazonados frutos.”

Mas voltando a questão que abre esse artigo, quem foi que descobriu o telefone? O inventor não a dúvidas, Alexander Graham Bell, mas quem descobriu esse génio com seu protótipo de transmissão de voz em um canto escuro da maior exposição do mundo, foi um brasileiro chamado Pedro de Alcântara, ou como era mais conhecido, Dom Pedro II o Imperador do Brasil. Não há como questionar que entre tantos outros luso-brasileiros esse personagem da história brasileira e portuguesa foi um grande líder, filósofo e estudioso fascinante digno de admiração e que ele nunca seja esquecido.