Arquivo da tag: energia

IBC 2017 Começa em uma Semana

IBC2017

CONFERENCE // 14-18 SEPTEMBER

EXHIBITION // 15-19 SEPTEMBER

 

Na exposição serão mais de 1.700 exibidores e mais de 55.000 profissionais inscritos.

No congresso serão mais de 90 sessões, 400 palestrantes e um novo serviço de streams incluindo um dia dedicado a tecnologia em esportes.

Anúncios

IBC e a luz FullSpectrum

IBC

O IBC 2016 teve uma unanimidade: a luz de Full Spectrum, a luz 4K.

Obvio! A consolidação do 4K levou a isso. Com seu enorme espaço de cor e com maiores latitudes de contrastes, a produção em 4K exige uma iluminação compatível com a capacidade de registro dos sensores 4K.
A produção em HD antecipou o problema, mas agravou mesmo com o 4K. Não foi só um incremento na quantidade de cores mas também na gradação tonal.
O novo índice de avaliação de luz, o TM30, proposto pela IES deixa isso muito claro. Ele mede não apenas mais cores (100 cores contra 16 do TLCI e apenas 8 do CRI) mas esse novo índice mede a saturação.

É chato dizer mas já falávamos disso em 2013, em 2014 fomos os pioneiros em lançar uma linha de luminárias de LED Full Spectrum.
A “fila” está andando rápido demais. Tem muita gente boa que ainda nem entendeu o CRI, mas o padrão já mudou para o TLCI e agora é o TM-30.

Assim, você tem 3 alternativas: usar a luz do Sol, tentar ressuscitar o falecido tungstênio ou avançar para os LEDs Full Spectrum da Energia.

Espectrógrafo – o aparelho que vai fazer toda a diferença

Com a rápida mudança tecnológica e o aumento significativo de qualidade de imagem, principalmente no setor de broadcasting, o profissional de iluminação/fotografia, quando bem equipado, passa a ser uma peça fundamental.

A qualidade da luz, agora, faz toda a diferença nas produções e, com tantas opções existentes no mercado, será que ele consegue definir qual a melhor iluminação para seu estúdio?

Atualmente, o profissional dessa área confia, apenas, no seu olho treinado e por muitos e muitos anos isso era suficiente, mas hoje precisamos entender que não mais.

Acreditamos na qualidade dessa área e destes profissionais e por esse motivo nos sentimos na obrigação de além de alertar, questionar e sugerir medidores que hoje são imprescindíveis para compra de bons equipamentos de iluminação e montagem de qualquer estúdio.

Imaginem o impacto no mercado que um profissional teria se fosse capaz de ler e lhe dar todas as informações sobre a luz do ambiente em que está gravando.

Luz do Sol 16h
Luz do Sol 16h

Imaginem um instrumento que seja capaz de medir os índices de fidelidade de cor como CRI, TLCI e NQS e ainda com medição de espectro das cores, onde ele pudesse identificar a deficiência numa cor especifica e assim permitir corrigi-la de forma mais precisa.

LED Comum
LED Comum
Energia NF 35.000
Energia NF 35.000

Isso já é possível, a Energia mais uma vez inovou, e apresenta um aparelho que cabe na sua mão. Com apenas alguns cliques ele lhe mostrará com precisão todas as informações que você precisa saber sobre a luz do ambiente onde está, e lhe auxiliará nas suas soluções.

facebook espectometro

Uma inovação que agregará valor ao trabalho e ao currículo de qualquer iluminador ou fotógrafo, já que por ser inédito no mercado brasileiro, faria desse profissional uma referencia nesse setor.

Linha 2016 Energia vai dar o que falar….

LINHA 2016

A Energia inova mais uma vez. Sua  linha de produtos 2016 conta com novidades em transmissão,  baterias e iluminação.

Veja os detalhes:

Nova bateriaBATERIA ACOPLÁVEL

Baterias com a tecnologia que vocês já conhecem, mas, agora, com um design diferente permitindo um engate a outra bateria, aumentando sua autonomia. Ela conta, também com um display LCD que mostra as informações da bateria.

 

POWER EDGE

Um dispositivo que permite que você acople 4 baterias BPLs transformando-o numa única fonte de energia com capacidade de 760Wh. Você poderá alimentar seu equipamento através da saída dupla XLR 4 pinos de 14.4V, ou simultaneamente utilizar a saída 14.4V com a 28V de 3 pinos.

O Power Edge também funciona como carregador, carregando a unidade em, apenas,  3h via AC 100-240V.
O painel LCD multifuncional fornece dados cumulativos sobre as baterias enquanto estiver carregando.
poweredge

TRANSMISSOR WIRELESS PORTÁTIL

As transmissões de esporte não serão mais as mesmas. Um transmissor super portátil, com transmissão em tempo real, compatível com sua action camera. Também terá disponível acessórios como Intercom e CCU.

transmissor

COB On-camera 

A primeira luminária on camera com COB e com um CRI de luminária de estúdio.

sungun

Aproveite para saber mais sobre os novos produtos na feira SET EXPO 2015. A Energia está no estande 167!

De 25 à 27 de agosto no pavilhão vermelho Expo Center Norte

 

LED – Mas Qual LED?

O desperdício de energia elétrica e o seu consequente aumento da poluição e aumento do aquecimento global deixou de ser tema das ONGs para fazer parte da pauta dos grandes governantes.

Recentemente em sua encíclica Laudato Si (Louvado Seja), o Papa Francisco exortou os cristãos a cuidarem do nosso planeta.

Ontem, 03 de agosto de 2015, na Casa Branca, ao lançar seu Plano de Energia, o presidente dos EUA, Barack Obama, afirmou a respeito do aquecimento global – “Nós somos a primeira geração a sentir os efeitos e a última que pode fazer algo a respeito”.

Tungstênio

Até quando os grandes estúdios de televisão e de cinema continuarão desperdiçando energia, com luminárias incandescentes e consequentemente com seus sistemas de climatização para eliminar o calor gerado pela iluminação obsoleta? Qual o motivo? Qual a explicação?

Fluorescente

As lâmpadas fluorescentes têm um resultado ainda pior, pois têm um espectro muito pobre incompatível com as câmeras HD. Além de serem extremamente poluidoras quando do seu descarte.

150803 - LED - Mas Qual LED - sem nomes-1

Adoção do LED

A adoção do LED como dispositivo de iluminação tem demonstrado alta eficiência energética com redução de até 90% do consumo de energia e na geração de calor. Os LEDs atualmente têm um tempo mínimo de vida de 50 mil horas, proporcionando economia na troca de lâmpadas. Quanto a qualidade da luz, recentemente os LEDs já apresentam CRI de 98% quer em 5600 Kelvin, aproximando à qualidade da luz natural (solar) assim como em 3200 Kelvin ficando idêntica à lâmpada de tungstênio.

Acredito que a campanha pelo uso de LED para iluminação seja uma etapa superada. Os LEDs atualmente apresentam alta intensidade, baixo consumo, baixa geração de calor, longa duração e alta qualidade de luz. A questão agora é saber qual o LED.

Fidelidade de Cor

Além das questões básicas como que grandeza utilizar? Como medir a intensidade? O ângulo de iluminamento? A questão fundamental é a fidelidade de cores. Para medir a Fidelidade de Cores devemos medir a intensidade de cada cor da luz gerada por cada LED em questão. Numa primeira análise o CRI – Color Rendering Index (índice de reconhecimento de cor) pode ser de grande ajuda. Porem, as cores analisadas e que compõe o cálculo desse índice são apenas 8 cores. A maioria dos fabricantes de LED e de luminárias apresentam o CRI de 8 cores, ficando de fora as cores mais saturadas como o vermelho (R9) e o azul (R12) entre outras como mostra a figura abaixo.

cri

 

Os LEDs da Energia

A busca de uma alternativa eficiente para as tecnologias convencionais de iluminação, frequentemente sacrifica a qualidade de cor pela eficiência energética. Enquanto muitos LEDs no mercado atual focam na máxima eficiência, objetos iluminados por eles podem aparecer pálidos, sem saturação e até mesmo distorcendo a realidade, realçando algumas cores em detrimento de outras. Os LEDs da Energia têm eliminado esses problemas, priorizando nossos esforços em pesquisa do nosso próprio fósforo, temos conseguido LEDs com plena resposta em todas as cores, resultando no real Full Spectrum LED. O nosso foco no fósforo do LED nos permitiu oferecer luminárias com LEDs de até 98% de Ra, considerando, não apenas as 8 cores do CRI, mas todas as 15 cores, indicando que os objetos iluminados pelos nossos LEDs terão a mesma aparência quando iluminados por uma luz natural.

15 Anos de Experiência

A qualidade da luz depende exclusivamente do fósforo utilizado no LED. Como temos o controle do fósforo, podemos especificar o LED que desejarmos e consequentemente fazer luminárias sob medida para os nossos clientes.

Os nossos projetos começam com a escolha do fósforo que comporão os nossos chips.

Um projeto térmico resultante de nossa experiência pioneira é executado por excelentes fábricas na China e na Coreia. A partir de nossa sede em Nanjing controlamos a qualidade de todo o processo, desde da compra de componentes até o embarque dos produtos diretamente para os nossos clientes ou para o nossa sede no Rio de Janeiro.

150803 - LED - Mas Qual LED - sem nomes-2

Alto CRI Não Basta – Tem que Ser Full Spectrum

CRI, como já dito acima, é a media das amostras de 8 cores apenas. Enquanto os LEDs típicos do mercado e até os utilizados por empresas famosas apresentam um bom score nestas 8 cores, esses LEDs têm medidas bastante ruins (abaixo de 50%) em algumas cores fundamentais, como o Vermelho Puro (R9) ou no Azul Puro (R12).  Os LEDs da Energia apresentam desempenho acima de 90% em todos os valores de R.

 

Mas Qual LED

 

TLCI – Television Lighting Consistency Index

Além do limitado numero de cores analisadas no CRI, outra questão é a adequação do CRI às câmeras digitais. O CRI foi desenvolvido com parâmetros de reconhecimento de cores do olho humano. Preocupado com a validade desse índice, a EBU – European Broadcasting Union desenvolveu um novo índice baseado nos parâmetros de uma câmera digital de televisão.

A Energia garante CRI 97 em suas luminárias

A Energia.tv já vinha falando das novidades que sua nova linha de luminárias iria trazer. Uma delas é o impressionante CRI de 97, um índice alcançado por apenas 3 fornecedores no mundo, incluindo a Energia.

CRI

Soma-se a isso a substituição dos LEDs 20mW por uma única fonte de luz de alta capacidade, podendo chegar a 300W com o novo COB – Chip on Board LED.

O resultado disso é uma luz cinematograficamente quase perfeita, que se aproxima das “saudosas” luminárias de tungstênio, só que sem todos os malefícios e com um custo muito mais em conta.


 O destaque vai para o modelo  NF-13000-FS

NF-13000

Um modelo Full Spectrum com uma lente Fresnel de cristal,  CRI 97 e uma luminância de 8400lux@1m .
Trata-se de um mini Fresnel que pesa menos de 3Kg , muito prático e perfeito para externas, já que consome, apenas, 40W e permite ser alimentado com uma bateria V-Mount.
O modelo é multicolor, possui DMX-512 embutido e dimmerizavel de 0-100%  manualmente ou através de controle remoto.

Além do modelo individual ele pode ser comprado num KIT com 3 luminárias, 3 tripés e case para transporte.


A Energia traz mais 10 modelos, além do NF-13000-FS, que variam de intensidade e acessórios embutidos para agradar a todos os gostos e bolsos.

Clique na galeria abaixa e saiba mais detalhes:


Saiba mais visitando o site da Energia www.energia.tv

Por que escolher Energia?

A Energia.tv traz a sua mais nova linha de luminárias esse ano.

NF30000

Com tantas marcas no mercado fica a pergunta: Por que escolher a Energia.tv?

A Linha 2015 está fundamentada em dois pontos:

Qualidade da Luz – aumento de qualidade da luz, com a utilização de LEDs com CRI (Color Rendering Index) acima de 95%, o que significa uma luz de alta fidelidade de cor, equivalente à luz do Sol

COB – Chip On Board – Trata-se de uma grande inovação que permite a substituição dos antigos painéis de LEDs por luminárias com um único chip – high intensity/single shadow.

 

Essas inovações trazem, também,  uma significante redução no custo do lux gerado se comparado com as luminárias anteriores.

 

As luminárias da Linha 2015 permite a substituição das fluorescente e das incandescentes de tungstênio com inúmeras vantagens:

1) redução no consumo de energia elétrica em 90% em relação às incandescente e de 70% em relação às fluorescentes;

2) aumento na qualidade da luz com incremento no CRI 74% para  acima de 95% e

3) aumento no controle da iluminação com ajuste eletrônico de temperatura de cor e de intensidade.

Saiba mais sobre a nossa nova linha em nosso site:
www.energia.tv

 

 

Reflexão sobre Luminárias de LEDs

Quando a Energia iniciou suas pesquisas para desenvolver  luminárias de LED para uso em videos, a unica opção que havia eram LED bulbs de 20mW. Isso foi há 15 anos atrás, quando fizemos nossa primeira luminária.  Naquele tempo, se você precisasse de uma luminária com alta intensidade,  algo em torno de 1000lux@1m,  teria que juntar aproximadamente 1000 LEDs, montados  num painel.

PROLITE STV

O 1×1 da Litepanel tornou-se referencia na primeira década dos anos 2000, porém, antes disso, a Energia já tinha lançado seu painel de LED chamado SuperTV. No entanto, é preciso dizer, que os painéis de LED nunca foram a melhor solução para o uso em video e fotografia. Os painéis de LED possuem 1000 LEDs ou mais, o que significa 1000 pontos de luz, ou 1000 sombras, ou até mesmo 1000 difrações em cada folha do barndoor. Isso costumava ser um pesadelo para os iluminadores ou fotógrafos. Porém a portabilidade e o baixo consumo dos paineis de LED abriram novas portas. Hoje, é encontrado em qualquer local de produção de video: no começo em unidades móveis para noticiários e depois em estúdios de televisão e de produtoras, mesmo com a restrição do CRI baixo.

chipCOB

 

 

 

A industria de LED oferece, esse ano, o COB – Chip on Board LED – com potência de 5W à 300W, um chip não tão caro e capaz de gerar uma luz com alto CRI. Uma única fonte de luz capaz de gerar um espectro completo como as antigas lâmpadas de tungstenio e com CRI entre 95% e 98%. Os dois últimos problemas com LED terminam. Além desses benefícios, o COB vem com uma ótima solução para o problema de aquecimento. A transferência térmica é diretamente do chip de LED para seu dissipador.

CRI

Eu acredito que as novas luminárias de LED para produção de video devam optar pelo LED COB ao invés dos LEDs usados nos painéis. Essa ecolha permite luminárias com novos formatos, novas geometrias e o uso de lentes Fresnel. Mais luz e mais econômicas que as lentes de vidro, tornando-se, sem sombra de dúvida, a nova geração de iluminação.

HW-11000

As luminárias maiores já estão sendo fabricadas com o COB, o próximo passo é aplicarem nas luminárias on-camera também.

 

___________________________________________________________________________

Thoughts about LED Lights

 

When Energia began your research on LED Lights for video application, the only option was the 20mW LED lamp. This happened 15 years ago when we manufactured our first light. Backing than, if you needed a strong light for your shooting, you would go for something around 1000 lux @ 1m, which required approximately 1000 LEDs built in a big panel full of LEDs.

PROLITE STV

The Litepanels 1X1 became a reference in 2000’s, however Energia made its first LED panel before that called SuperTV LED Light. However, it must be said that LED panels never were a good solution for photography/video using. The panel LED lights had 1000 LEDs or more, which means 1000 light sources, or 1000 shadows or even 1000 diffraction on each barn door leaf. This used to be a “nightmare” for the video lighting designers or photographers. However the portability and low power consumption of the LED panels opened its own ways. They was found in all video producing site: ENG units for hard news at the beginning, drama studios and even on low CRI restriction.

chipCOB

 

 

 

 

The LED industry offers this year the COB – Chip on Board LED – with power from 5W to 300W, in a non-expensive chip capable of generating high CRI light. The only one light source of being liable to providing something like that was the old tungsten bulbs and with full spectrum light with CRI over 95% and 98%. The two last LED problems fall. Beside these benefices, the COB came with a good heat solution. The thermal transference is directly from the LED chip to its heat sink.

CRI

I believe that the new LED lights for video producing must be COB LED instead of the panels. This choice will permit new light formats, new light geometries, and the using of the PC Fresnel lens, more light and less expensive than glass lens will reveal a new light generation.

HW-11000

The big lights already done and the next one will be the on-camera lights to change to COB too.

Energia e a transmissão 8K

À convite da TV Globo nosso diretor, Ricardo Kauffmann para uma demonstração da japonesa NHK sobre transmissão em 8K . Para quem ainda não conhece a tecnologia, uma transmissão em 8K oferece 16 vezes mais resolução do que o HD. A previsão é que, em 2016, comecem as primeiras transmissões do 8K no Japão e que a tecnologia esteja disponível no mercado japonês em 2020.

8kx4kxfullhd