Arquivo da tag: pilhas AA

Baterias AA de ÍON de LÍTIO

BATERIAS AA

PROBLEMAS E SOLUÇÕES

Baterias Primárias (Não Recarregáveis)

A voltagem nominal das baterias primarias AA é de 1,5V. Mas quando em uso a voltagem varia desde 1.6V (totalmente carregadas) a até 0.7V (totalmente descarregadas).

As primeiras baterias primárias (não-recarregáveis), no formato AA, utilizavam a química do Zinco-Carbono e tinham capacidade de 400-900mAh. Mas essa capacidade depende enormemente das condições do teste: corrente de descarga, voltagem de corte, temperatura ambiente etc.

A segunda química foi o Cloridrato-Zinco com capacidade de 1000-1500mAh. São baterias muito baratas que normalmente acompanham os aparelhos para demonstração e uso inicial.

A evolução seguinte foram as baterias Alcalinas com capacidade de 1700-2800mAh. Mas a capacidade das baterias alcalinas reduz drasticamente com o aumento da corrente de descarga, reduzindo de 3000mAh com correntes de 25mA para 1500mAh para correntes 500mA. Outro grave problema, principalmente quando utilizada em equipamentos de alto valor, é o derretimento e o consequente vazamento do eletrolítico corrosivo que danificam os componentes eletrônicos e os metais.

Baterias Secundárias (Recarregáveis)

As baterias AA recarregáveis estão disponíveis em várias químicas:

Baterias de Níquel-Cádmio

As primeiras, de Ni-Cd, eram pesadas, capacidade de 600-1000mAh, com efeito de memória e 150 ciclos máximo de carga-descarga. Essas baterias estão proibidas na maioria dos países do mundo, inclusive no Brasil.

Baterias de Hidreto Metálico

A química seguinte é a de hidreto metálico (NiMeH) com capacidades de 600-2700mAh, porem com voltagem nominal de 1.2V, auto descarga acentuada.

Baterias de Íon de Lítio

Atualmente a melhor solução são as baterias de Li-Ion. A novidade são as baterias AA e AAA produzidas pela Energia, com regulador interno DC-DC, que reduz a tensão do Li-Ion dos nominais 3.7V para 1.5V. Essa nova tecnologia permite que as baterias tenham tensão constante durante todo o tempo de uso. O resultado é muito mais energia (P=VxI) se comparado com a queda constante de voltagem das demais baterias. Além disso a química de Li-Ion garante uma pequena autodescarga de apenas 3%/mês.

Vejam no gráfico a seguir a comparação das Curvas de Energia (VxAh) para as baterias de LI-Ion, Alcalinas e NiMeH.  

Tela de celular com texto preto sobre fundo branco

Descrição gerada automaticamente

O foco inicial de nossa comparação visa a substituição das baterias alcalinas, que são as de maior quantidade e as mais poluentes, por baterias de Li-Ion de 1.5V recarregáveis e recicláveis.

Assim devemos comparar a durabilidade (número de ciclos), a quantidade total de energia armazenada e o preço final considerando o número de ciclos e a energia fornecida em cada ciclo.

 DurabilidadeEnergia TotalPreço Final por Ciclo
Energia Li-Ion (1.5V)500 ciclos ou mais1.65WhUS$0.01
Duracell Ultra Power1 ciclo0.78WhUS$1.27
NiMeH300 ciclos0.75WhUS$0.05

SEGURANÇA

As novas baterias AA da Energia tem proteção contra curto-circuito, contra sobre-temperatura, contra sobre-corrente de descarga e contra sobre-corrente de descarga e contra sobre-carga. Veja na tabela a seguir as proteções e os tempos de reação.

Poluição e Meio-Ambiente

Segundo a Agência de Proteção Ambiental do governo dos USA (EPA-USA), dados de 2019, a cada ano somente os americanos jogam fora mais de três bilhões de baterias. São cerca de 180.000 toneladas de baterias. Mais de 86.000 toneladas são baterias alcalinas de uso único.

O foco do nosso estudo são as pilhas AA por serem as mais utilizadas profissionalmente e por comporem mais 20% dos materiais perigosos contidos nos aterros sanitários americanos.

Uma imagem contendo no interior, mesa, computador, escritório

Descrição gerada automaticamente
Lixo de baterias de uma semana em uma emissora de Televisão

O que você pode fazer?

Comece hoje a parar de usar pilhas AA descartáveis – será bom para o meio-ambiente e é mais econômico.

Nosso compromisso é criar soluções tecnológicas que evitem o uso e o desperdícios de recursos naturais não-renováveis. Com as novas baterias da Energia o seu desperdício poderá ser até 1000 vezes menor

Toneladas de razões para comprar baterias AA da Energia.

Caixa de Texto: Lixo de uma Emissora de TV por semanaAo contrário do lixo comum, as pilhas são um resíduo perigoso. Selado dentro de células alcalinas estão materiais nocivos com os quais você não entra em contato durante o uso normal. Quando a bateria entra em um aterro, no entanto, o revestimento pode ser triturado ou degradado facilmente. Isso faz com que o mercúrio e outras toxinas penetrem no ambiente. Outros metais pesados incluídos nas pilhas são níquel, cádmio, cobalto, chumbo e também ácidos corrosivos que podem se infiltrar em muitos outros materiais e, quando atingem a temperatura certa, podem explodir e liberar vapores tóxicos no ar.

Mas muitas baterias recarregáveis também contêm metais pesados, como níquel, cádmio, cobalto e mercúrio. Segundo a Agência de Registro de Substâncias Tóxicas e Doenças, o cádmio pode causar danos severos e está proibido sua fabricação e comercialização na maioria dos países.

O que todos nós estamos fazendo ao nosso mundo?

Em vez de contribuir para o problema, a boa notícia é que você pode fazer a diferença agora.

Você pode substituir suas baterias alcalinas por recarregáveis recicláveis da Energia, que podem ser reutilizadas até 1000 vezes.

Rio de Janeiro, 28 de março de 2020