Arquivo da categoria: Baterias

Energia 2018

Energia 2018 é a nova linha de produtos da Energia. Apresenta diversidade, qualidade e preço. É inovação no mais puro conceito de Estocolmo, onde não basta o desenvolvimento tecnológico mas, também a ampliação do acesso aos produtos por preços melhores.

Destacamos alguns produtos tais como:

EP-L300 – Bateria com 300Wh e apenas US$1.14/Wh. Tem o melhor custo-benefício no mesmo volume e com o mesmo peso das baterias de 210Wh.

LED Machine – Este super Fresnel tem 110.000 lux@1m, equivalente à 10 KW de tungstênio corrigido para 5600K.

LP-576 – Painel Multicolor com o melhor custo e TLCI acima de 95%, tem 4000 lux@1m.

LPS-400 – Painel Supersoft, Multicolor com 2000 lux@1m, porem com 120 graus de iluminamento e com TLCI de 97%.

LPS-RGBW – Novo painel RGB – Em Breve!

Anúncios

Linha 2016 Energia vai dar o que falar….

LINHA 2016

A Energia inova mais uma vez. Sua  linha de produtos 2016 conta com novidades em transmissão,  baterias e iluminação.

Veja os detalhes:

Nova bateriaBATERIA ACOPLÁVEL

Baterias com a tecnologia que vocês já conhecem, mas, agora, com um design diferente permitindo um engate a outra bateria, aumentando sua autonomia. Ela conta, também com um display LCD que mostra as informações da bateria.

 

POWER EDGE

Um dispositivo que permite que você acople 4 baterias BPLs transformando-o numa única fonte de energia com capacidade de 760Wh. Você poderá alimentar seu equipamento através da saída dupla XLR 4 pinos de 14.4V, ou simultaneamente utilizar a saída 14.4V com a 28V de 3 pinos.

O Power Edge também funciona como carregador, carregando a unidade em, apenas,  3h via AC 100-240V.
O painel LCD multifuncional fornece dados cumulativos sobre as baterias enquanto estiver carregando.
poweredge

TRANSMISSOR WIRELESS PORTÁTIL

As transmissões de esporte não serão mais as mesmas. Um transmissor super portátil, com transmissão em tempo real, compatível com sua action camera. Também terá disponível acessórios como Intercom e CCU.

transmissor

COB On-camera 

A primeira luminária on camera com COB e com um CRI de luminária de estúdio.

sungun

Aproveite para saber mais sobre os novos produtos na feira SET EXPO 2015. A Energia está no estande 167!

De 25 à 27 de agosto no pavilhão vermelho Expo Center Norte

 

Custo – Benefício

Benefício – Custo

Reparem que o título não é Custo X Benefício porque no entender da Energia, e da Trevisans isso deve ser um binômio, uma questão una e não um antagonismo, porem, com a liderança do Beneficio.

Não se pode antepor o custo sobre o benefício. Pelo contrário, os benefícios tem que ser o norte, tem que se sobrepor ao custo. Como por exemplo: “desejo ir passar férias em Nova Iorque”. Esse é o benefício, esse é o objetivo. O custo entra apenas para analisar a maneira mais econômica de realizar o meu objetivo “Passar Férias em Nova Iorque”.

O custo não pode determinar que eu passasse férias em Nova Iguaçu porque é mais barato.

Se isso acontecer eu estarei alterando o meu objetivo em função do custo. Será uma inversão de valores além de umas férias desastrosas.

Acreditamos que temos que procurar melhorar e melhorar eternamente, se possível com o melhor custo.

Preocupa-nos muito a visão atual onde existe uma “ditadura” do custo.

Percebemos que existe uma tendência pelo “preço, preço, preço”, não importa o objetivo desde que seja barato. Não importa mais se é bom ou se é seguro, desde que seja barato.

Isso lembra a estória do foguete de concreto. Precisava-se fazer um foguete para ir ao espaço e voltar. Teria que ser resistente para resistir à aceleração extrema do lançamento e teria que ser capaz de aguentar as altas temperaturas da reentrada na atmosfera. Mas teria que ser barato.

A primeira providência foi demitir os engenheiros porque só inventavam soluções muito caras e em seguida contrataram economistas.

Resultado: Jamais decolou! Era um foguete de concreto.

Mas os economistas explicaram orgulhosos: “voar não voa, mas pesa pra …”.

A substituição de talentos humanos pelo custo, a substituição da qualidade por custo, a substituição da confiabilidade e da segurança por custo irá resultar numa inevitável degradação.

O problema é que justificar a opção pela qualidade, demanda conhecimento, pesquisa científica, em suma, dá muito trabalho!

Ao passo que a opção pelo mais barato é muito simples e inicialmente elogiável e às vezes gera até uma promoção.

Mas felizmente ou infelizmente, verifica-se que esta opção não é duradoura, pois é óbvio que o barato sai caro. E aí aquele profissional que não quis trabalhar para justificar a opção pelo melhor acaba perdendo o emprego. Os mocinhos sempre vencem!

O que estamos observando é que está muito difícil vender qualidade, tem muita gente boa desistindo e começando a fabricar preço.

Se os responsáveis técnicos (ou os culpados técnicos) não assumirem o seu papel veremos em curto prazo a degradação da Televisão Brasileira. Assim como na análise Beneficio-Custo, o beneficio é que deve ditar o rumo, nas Emissoras de Televisão, a engenharia tem que se impor aos “economistas” de plantão.

Porém, acreditamos que existem profissionais corajosos e determinados na sua missão. Como é o caso do eng. Jair Ventura, da TV Jornal do Comercio, que afirma que na TV Jornal só entra baterias da Energia, pois está cansado de perder matérias e até bons cinegrafistas por causa de baterias mais baratas.

141106 - Bateria Energia na Rede Amazonica

Cito também o trabalho realizado pela equipe da Rede Amazônica, coordenado pelo eng. Henrique Camargo, que fez uma tabulação contendo informações operacionais de todas as unidades da Rede Amazônica. Além das especificações de cada fabricante. O resultado foi a escolha da Energia.

As crises são vencidas com talento!

Ricardo F. Kauffmann

http://www.energia.tv

International Electricity

A Energia está sempre na frente!

 

 

A conceituada revista The Economist, de 19 de outubro de 2013 publicou uma matéria sobre o uso do padrão USB (Universal Serial Bus) para distribuição de energia elétrica. Segundo a revista o uso do padrão USB para essa finalidade teria várias vantagens:

1)  Padronização dos Aparelhos Portáteis.

Hoje em dia, é uma grande quantidade de carregadores e ac adaptors, com tomadas e conectores incompatíveis, que temos que carregar para todo lado.

Na minha casa tem uma gaveta com dezenas de adaptadores de aparelhos que não uso mais.

Praticamente, todos os aparelhos portáteis têm uma conexão USB que pode ser utilizada para carregar a bateria. Assim, acaba essa falta de padrão, basta ter uma tomada USB para recarregar as baterias dos aparelhos.

 

2) Distribuição Interna de Energia

Criar, nos escritórios e nas residências, rede no padrão USB, para conexão de dados e de distribuição de energia elétrica, na forma DC, em baixa tensão. Assim, junto com a tomada de telefone ou de eletricidade, teríamos uma tomada USB.

 

3) Economia de Energia

A rede USB eliminaria o uso dos ac adapters economizando energia, pois os ac adapters consomem muita energia para converter a energia elétrica na forma alternada (ac) em corrente continua (dc). Alem disso, eles ficam ligados direto, independentemente dos aparelhos estarem em uso.

 

Tudo isso deve aparecer no mercado a partir de 2014, quando o padrão USB deverá ser modificado para o USB-PD (power delivery), aumentando dos atuais 10 Watts para 100W a potência máxima do padrão.

Parece que esse monte de caixinhas que gastam energia infernizam os viajantes, estão com os seus duas contados.

131021 - BPL-100V

É importante lembrar que a Energia, em 2010 lançava a BPL-100V, uma bateria com conector USB e que a partir do início de 2013 todas as baterias da Energia vêm equipadas com saída USB para energizar equipamentos portáteis.

 

É chato dizer, mas a Energia está sempre na frente!

 

 

Rio de Janeiro, 21 de outubro de 2013

Ricardo F. Kauffmann

kauffmann@energia.tv

Broadcast & Cable 2011

A Broadcast & Cable 2011 foi um sucesso de público e de negócios. Essa foi a opinião da maioria dos expositores.

O estande da Energia, como de hábito, foi muito visitado.
Este ano a Energia mostrou suas soluções para estúdios, provando que tem solução de LED com intensidade equivalente à 2KW de tungstênio.
Seu estande estava super iluminado com os seus Spotlights tipo Fresnel de LED. São os Fresnels de LED mais potentes do mundo.
Seu custo é menor que o de um HMI equivalente, com as seguintes vantagens:
– dimmer de 0 a 100%,
– DMX On board,
– Tc constante de 5600K ou 3200K,
– CRI maior que 95%,
– Duração LED garantida 40mil horas,
– Sem geração de calor ou de UV.

A Energia mostrou também uma solução super econômica: uma calha com 4 tubos de LED em substituição às fluorescentes, por apenas R$1.500.

Os painéis tipo 1X1 também estavam presentes, tanto os brancos com 5600K assim como os Multicolors.

As luminárias portáteis (On Camera LED Lights) da Energia são sempre as mais potentes e as mais confiáveis do mercado, já se tornaram uma referência, sendo que a sua marca Prolite virou nome de produto.

A Energia mostrou também as suas novas baterias de 9V recarregáveis, de Íon de Litio, pesam a metade das alcalinas, têm 3 vezes mais energia e recarregam até 500 vezes.

Para atender a nova onda que a utilização de câmeras tipo DSLR, a Energia lançou o PowerBase 70. Uma combinação de bateria e adaptadores para ser utilizada com as câmeras Canon 5D e 7D.
O PoweBase 70 tem 70Wh, 10 vezes mais energia que a bateria original da Canon, alem de fornecer saídas de 12V para luminária e para monitor.

20110828-013310.jpg

Energia – Melhor Fabricante

Energia
Premiada em 3 Categorias – Melhor Fabricante

A Revista Panorama Audiovisual realizou uma pesquisa nacional para premiar os melhores.

A Energia ganhou prêmio em 3 categorias:
Melhor Fabricante de Iluminação – 3o Lugar
Melhor Fabricante de Baterias – 2o Lugar e
Melhor Fabricante Nacional – 2o Lugar, 4 votos de diferença para a Linear

CATEGORIA: Melhor Fabricante de Soluções para Iluminação
1º Lugar: Arri
2º Lugar: Litepanels
3º Lugar: Energia

CATEGORIA: Melhor Fabricante de Baterias
1º Lugar: Anton Bauer
2º Lugar: Energia
3º Lugar: Maxicom

CATEGORIA: Melhor Fabricante Nacional
1º Lugar: Linear
2º Lugar: Energia
3º Lugar: 4S

Gostaria de parabenisar a Revista Panorama Audiovisual pela brilhante iniciativa de pesquisar e premiar os melhores.

Vale ressalvar que sendo a votação foi fechada, ou seja, você era obrigado a votar em todas as 40 categorias e como é impossível alguém entender de tudo, houve muito chute.

A pesquisa aponta a Energia como o segundo Melhor Fabricante de Baterias, no entanto na Rede Globo, a maior Rede de Televisão do país, só tem baterias Energia.  Podemos concluir que a pesquisa falhou neste quesito ou a TV Globo não compra a melhor bateria.

A Energia é uma marca nova tem 10 anos apenas. A Energia é uma empresa pequena, tem 12 funcionários apenas. Mesmo assim, junto com a Linear, foi apontada como o Melhor Fabricante Brasileiro.

parabéns para o pessoal da Energia.